132

Luta da enfermagem ganha reforço de frentes parlamentares

Enfermagem

A pauta de reivindicações dos profissionais da enfermagem será reforçada com o lançamento das Frentes Parlamentares em Defesa das 30 Horas da Enfermagem e da Mista em Defesa da Enfermagem, no dia 20 de agosto, em Brasília. A CNTS estará presente no ato que ocorrerá às 15h, no salão nobre da Câmara dos Deputados. O lançamento das Frentes contará com o apoio da CNTS, do Cofen, FNE, ABEn, CNTSS, Anaten, ENEEnf, entidades que compõem o Fórum Nacional da Enfermagem, e dos deputados federais Célio Studart (PV/CE) e Mauro Nazif (PSB/RO).

O objetivo das Frentes é acompanhar, propor e analisar proposições e programas que disciplinem todos os assuntos referentes à enfermagem; realizar encontros, simpósios, seminários, debates e outros eventos, com vistas a difundir as medidas legislativas necessárias à regulamentação do setor em prol dos profissionais da enfermagem; e acompanhar ações a serem empreendidas pelo poder público no sentido de aprimorar a jornada de trabalho dos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, estabelecer piso salarial da categoria e regulamentar adequado local de descanso, entre outras ações que garantam os direitos dos profissionais.

Em abril, durante audiência pública na Câmara dos Deputados, a CNTS mais uma vez reivindicou a aprovação do Projeto de Lei 2295/2000, que fixa a jornada de trabalho dos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem em 30 horas semanais. Na ocasião, o secretário-geral da CNTS, Valdirlei Castagna, cobrou atitude dos parlamentares que arrastam a tramitação do projeto há 20 anos no Congresso Nacional. “São os donos de hospitais e empresários do setor de saúde que interessam que o projeto continue engavetado. A enfermagem reúne mais de 2 milhões de profissionais no Brasil e mais de 85% da categoria são mulheres, que têm em geral dupla ou tripla jornada. Nossa categoria está cansada, doente de tanto trabalhar”.

CNTS

2 opiniões sobre “Luta da enfermagem ganha reforço de frentes parlamentares

  • Fabio barbuzza

    Os técnicos de enfermagem são os que trabalhão mais. E ganhão menos. Temos de ter o direito de nos aposentar com 25 anos de servico e cada cinco anos trabalho. Ganhar dois anos. Para somar na aposentadoria . merecemos. Pois com o tempo ficamos doente. Psicologicamente e fisicamente. E ninguém se importa. Nao temos cobertura e apoio de ninguém. Fabio. Barbuzza. Tecnico enfermagem pelotas rio grande do sul.

  • fabio barbuzza

    Deveríamos ganhar um salario justo no minimo quatro salários mínimos. Tem a categoria medica que só manda e quem carrega o hospital nas costas somos nos. Fabio.

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais