127
Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Tribunal Permanente dos Povos julga Bolsonaro por crimes contra a humanidade

Violações de Direitos Humanos

O TPP irá analisar a conduta do presidente durante a pandemia do coronavírus e o impacto gerado às populações negras, povos indígenas e trabalhadores da área da saúde.

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro será julgado pelo Tribunal Permanente dos Povos – TPP por crimes contra a humanidade e violações contra populações negras, povos indígenas e trabalhadores da área de saúde ao longo da pandemia de Covid-19. O julgamento acontecerá nos dias 24 e 25 de maio, das 8h45 às 13h30, de forma simultânea em São Paulo e em Roma.

A denúncia foi apresentada pela Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns, a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil – APIB, a Internacional de Serviços Públicos – ISP e a Coalizão Negra por Direitos.

A CNTS, FNE e CNTSS foram convocadas como testemunhas das graves violações dos direitos dos trabalhadores da saúde durante a pandemia. As entidades vão relatar os problemas que os profissionais enfrentaram durante este período, como a falta de equipamentos de proteção de segurança adequados, falta de treinamento, más condições de trabalho, jornadas de trabalhos exaustivas, que acarretou em 872 mortes de profissionais da Enfermagem reportados junto ao Cofen. O presidente da CNTS, Valdirlei Castagna, falará em nome da Confederação.

CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais