Trabalhadores terceirizados dos hospitais públicos do RN cruzam os braços

Cerca de duzentos trabalhadores terceirizados que atuam na limpeza e maqueiros dos hospitais públicos da empresa Safe, fizeram mais uma manifestação em frente ao Hospital Walfredo Gurgel reivindicando salários que estão atrasados e décimo terceiro salário.

De acordo com os representantes do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem, Técnicos, Duchistas, Massagistas e Empregados em Hospitais, Casas de Saúde do Estado do Rio Grande do Norte, é estranho que o Governo do Estado continue desrespeitando os direitos dos trabalhadores, o presidente do Sipern, Domingos da Silva Ferreira, disse que a justiça obrigou o governo fazer o pagamento direto na conta do trabalhador, mas todos os meses a decisão judicial é descumprida “Só nos restou iniciarmos mais uma greve para pressionar o Governo do RN a pagar os trabalhadores”, relatou.

Os trabalhadores entraram em greve dia 30 de dezembro devido ao atraso do13º salário. Mas, a situação de descaso é antiga de acordo com o sindicato. Há mais de cinco anos, os trabalhadores sofrem desgastes financeiros e emocionais, devido à recorrente irresponsabilidade das empresas terceirizadas e do governo do Estado no trato com os trabalhadores. (Fonte: SipernN)

 

CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais