41

Sindicato dos Trabalhadores da Ebserh do DF se filia à CNTS

CNTS

Nesta terça-feira, 11, a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde recebeu um grande reforço em suas fileiras de luta. O Sindicato dos Trabalhadores da Ebserh do Distrito Federal – Sindserh/DF oficializou sua filiação à CNTS. O Sindicato representa 1.900 trabalhadores.

A decisão consolida o reconhecimento de luta, a força da organização, da negociação da CNTS, entidade representativa de cerca de 4 milhões de trabalhadores da saúde, sendo aproximadamente dois milhões de profissionais da Enfermagem. Além de somar esforços para fortalecer a organização sindical e enfrentar os desafios que a classe trabalhadora tem pela frente com os ataques proferidos aos seus direitos fundamentais.

O presidente da CNTS, Valdirlei Castagna, acredita que a filiação favorecerá as articulações políticas e o processo de negociações junto à Ebserh. “Sem dúvida, a Confederação ficará ainda mais forte e representativa com o apoio do Sindicato, uma entidade forte e combativa que vai agregar muito na luta pelos direitos dos trabalhadores”, afirmou.

Iran Elói Rodrigues, presidente do Sindserh-DF, entende que a filiação do sindicato à CNTS é fundamental para o fortalecimento das lutas do trabalhador no âmbito distrital e federal. “A CNTS abre as portas para que o próprio empregado possa negociar de maneira direta com à Empresa”.

Para Edleuzo Cavalcante, coordenador de Assuntos Estratégicos do Sindicato, a CNTS teve papel fundamental na maior greve da Ebserh e para garantir os direitos dos trabalhadores. “Conseguimos fazer um movimento paredista forte pelo país por conta do respaldo e da força da CNTS. Isso foi fundamental. Então, a filiação é necessária para defender os direitos dos trabalhadores e para fortalecer o Sindicato, ter maior representatividade e qualidade na negociação”, reforçou.

CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *