27
Foto: Pixabay

Seminário internacional da Fiocruz discute prevenção da violência

Desigualdade Social

Iniciativas que valorizam a prevenção no lugar da punição, o desenvolvimento de parcerias e a responsabilização e a ‘despatologização’ de segmentos juvenis descritos como ‘em situação de risco’ são algumas das questões que serão abordadas

Discutir estratégias de prevenção da violência com base em conceitos globais, políticas públicas e setoriais. Este é o objetivo central do Seminário Internacional ‘Contribuições da abordagem da Saúde Pública para a prevenção da violência: diálogos entre Brasil e Reino Unido’, promovido pelo Instituto Oswaldo Cruz – IOC/Fiocruz, pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca – ENSP/Fiocruz e pelo Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Careli – Claves/ENSP.

O encontro acontece nos dias 05 e 06 de fevereiro, no Salão Internacional da ENSP, na sede da Fiocruz, em Manguinhos, no Rio de Janeiro (Rua Leopoldo Bulhões, 1.480, 4º andar). Podem participar pesquisadores, professores e estudantes, gestores em saúde e agentes de segurança pública em geral. As inscrições podem ser realizadas até o dia 31/01, pelo email casprj2019@gmail.com, ou presencialmente, no dia do evento. A participação é gratuita e está sujeita à lotação do auditório (80 vagas).

Iniciativas que valorizam a prevenção no lugar da punição, o desenvolvimento de parcerias multi-agências e a responsabilização e a ‘despatologização’ de segmentos juvenis descritos como ‘em situação de risco’ são algumas das questões que serão abordadas no escopo do que tem sido compreendido como prevenção da violência. No encontro, especialistas brasileiros e estrangeiros abordarão as contribuições da saúde pública e da segurança nesse contexto. Entre os destaques, estão as apresentações dos pesquisadores William Graham, da Universidade de Abertay, no Reino Unido, e Fernando Fernandes, da Universidade de Dundee, também do Reino Unido.

Também participam a pesquisadora Simone de Assis, do Claves, a antropóloga Jacqueline Muniz e o sociólogo Rodrigo Monteiro, ambos da Universidade Federal Fluminense (UFF), além de gestores de projetos sociais da Organização não-governamental Promundo e membros da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ). Coordenam as atividades as pesquisadoras Fátima Cecchetto, do Laboratório de Educação em Ambiente e Saúde do IOC, Patrícia Constantino, da ENSP, e Juliana Corrêa, da Presidência da Fiocruz. (Reportagem: Lucas Rocha – Fontes: IOC/Fiocruz)

Programação

05 de fevereiro de 2019

09:00 – Mesa de abertura: Saúde Pública e Segurança Pública: diálogos possíveis. Simone de Assis (Claves)

10:00 – 11:00 – Conferência “Global Concept, Local Contexts: A case study of international criminal justice policy transfer in violence reduction”. Prof. William Graham – Universidade de Abertay, Lecturer in Criminology, Policing and Criminal Justice.

11:00 – 11:30 – Debate

12:00 – brunch

13:30 – 16:30 – Mesa: Prevenção e Políticas da Patologia

13:30 – 14:30 – Jacqueline Muniz – Universidade Federal Fluminense, Departamento de Segurança Pública.

14:30 – 15:30 – Fernando Fernandes – Escola de Educação e Serviço Social, Universidade de Dundee, Escócia.

15:30 – 15:45 – Coffee break

15:45 – 16:30 – Debate

06 de fevereiro de 2019 9:00

– 11:30 – Mesa: Projetos sociais e de policiamento e juventudes no Rio de Janeiro.

09:00 – 10:00 – Major Bianca Neves (PMERJ) e Major Leonardo Nogueira (PMERJ) – Projetos de prevenção na Polícia Militar do Rio de Janeiro.

10:00 – 11:00 – Prof. Rodrigo Monteiro – Universidade Federal Fluminense, Departamento de Ciências Sociais.

11:00 – 11:30 – Debate

12:00 – 13:30 – Almoço

13:30 – Mesa: O gênero da prevenção: Profª Fátima Cecchetto (IOC/ENSP/Fiocruz). Promundo (Sandra Valle)

15:15 – 16:15 – Debate

16:15 – 16:45) ­– Encerramento: Fátima Cecchetto e Patrícia Constantino.

Fonte: Fiocruz
CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais