21
Foto: Divulgação

Rendimento dos profissionais de saúde fica estável no segundo trimestre do ano

Economia

De acordo com o Diesse, o rendimento médio atingiu R$ 2.921, com alta nas regiões Sudeste e Sul, mas com queda no Centro-oeste, Nordeste e Norte

O rendimento médio real dos profissionais de saúde, celetistas do setor privado, ficou praticamente estável no 2º trimestre de 2018, quando comparado com o mesmo período do ano passado – 1,6%, segundo levantamento do Dieese. O valor médio atingiu R$ 2.921. Por região do país, houve alta no Sudeste e Sul, elevação de 6% e 4%, respectivamente; e no Centro-Oeste, queda de -8%, no Nordeste, de -15%, e no Norte, de -10%.

O Caderno de Negociações do Dieese dos meses de agosto e setembro também revelou que 51% dos ajustes ficaram abaixo da inflação. O percentual representa mudança no quadro observado no primeiro semestre. Até junho, a maioria das negociações vinha conseguindo ganhos acima do Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC. Para conferir o caderno na íntegra, clique aqui.

Fonte: Com Dieese
CNTS

Siga a CNTS
nas Redes Sociais