26
Foto: Christiano Antonucci Secom-MT

OMS declara 2021 Ano Internacional dos Trabalhadores de Saúde e Cuidadores

Saúde

Decisão homenageia a dedicação dos profissionais de saúde na linha de frente do combate à pandemia do coronavírus.

Em reconhecimento ao sacrifício e dedicação de milhões de trabalhadores de saúde, os participantes da 73ª Assembleia Mundial da Saúde, que ocorre virtualmente em Genebra, anunciaram 2021 como o Ano Internacional dos Trabalhadores de Saúde e Cuidadores. Os profissionais de saúde têm um papel fundamental em assegurar saúde e bem-estar para a população. Este ano, eles têm demonstrado dedicação, sacrifício e compromisso extremos não só para fazer este trabalho, mas também para vencer a pandemia da Covid-19.

Para os integrantes do evento, é preciso responder aos desafios enfrentados pelos profissionais e urgência criada pela crise global do novo coronavírus.

O encontro também discutiu o aumento da migração de trabalhadores internacionais de saúde como parte do aniversário e revisão do Código Global da OMS de Prática sobre Recrutamento Internacional do Pessoal de Saúde – Code.

Em todo o mundo, a Covid-19 já contaminou mais de 51 milhões de pessoas causando pelo menos 1,2 milhão de mortes. As Américas é uma das regiões mais afetadas e notificaram somente na semana passada 150 mil novos casos.

Ameaça – Na América do Sul: Chile, Paraguai e Uruguai conseguiram achatar a curva de contaminação. Mesmo assim, o vírus continua uma ameaça.  A OPAS disse que vários países da Europa, que passam por uma segunda onda de contaminação, devem servir de exemplo para as nações latino-americanas e caribenhas.

O vice-diretor da OPAS voltou a afirmar que para controlar o vírus é preciso manter o sistema de vigilância que detectam as altas nos casos da Covid-19 e as medidas de prevenção como uso de máscaras, distanciamento social, medidas de higiene e outros protocolos.

Ano Internacional da Enfermagem – 2020 é o Ano Internacional da Enfermagem, em reconhecimento da importância da profissão para a universalização dos cuidados de Saúde. A escolha da OMS refletia o consenso dos países-membros quanto à necessidade de empoderamento da profissão e incentivo às práticas avançadas de Enfermagem para fortalecimento da atenção primária.

Fonte: ONU Brasil
CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais