19
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

MPF pede informações ao ministro da Saúde sobre aplicação de vacinas vencidas

Vacinação no Brasil

De acordo com a Folha de S.Paulo, 26 mil doses vencidas do imunizante teriam sido aplicadas em mais de 1.500 municípios.

O Gabinete Integrado de Acompanhamento da Epidemia Covid-19 – Giac, do Ministério Público Federal – MPF enviou na sexta-feira, 2, ao Ministério da Saúde e à Agência de Vigilância Sanitária – Anvisa, ofícios solicitando informações sobre eventual aplicação de doses de vacina da AstraZeneca fora do prazo de validade.

De acordo com levantamento apurado e publicado pelo jornal Folha de S.Paulo, pelo menos 26 mil doses vencidas do imunizante teriam sido aplicadas em mais de 1.500 municípios. O Giac pede ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informações sobre as datas de validade das vacinas e de remessas dos lotes aos estados.

A subprocuradora-geral da República Célia Regina Souza Delgado, que assina os ofícios, questiona se os imunizantes foram enviados com tempo suficiente para distribuição e aplicação nos municípios. O Giac também quer saber quais providências serão tomadas pela pasta junto aos órgãos estaduais e municipais incumbidos da execução do programa de vacinação.

Para a Anvisa, o Giac pede esclarecimentos sobre o comprometimento da saúda das pessoas e a eficácia dos imunizantes. Também pergunta qual foi a orientação dada aos órgãos federais, estaduais e municipais quanto ao uso ou descarte de doses vencidas, bem como providências necessárias para prevenir possíveis efeitos adversos.

Foi estabelecido prazo de cinco dias para que as autoridades respondam os questionamentos. A Secretaria de Vigilância em Saúde – SVS, responsável pelo plano de vacinação, já informou que a pasta estaria preparando uma nota técnica para esclarecer o caso à população. O MP ainda busca informações complementares com as Secretarias de Saúde estaduais.

Fonte: Jota Info e Conjur
CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais