4
Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Ministério da Saúde muda logística de voos e atrasa entrega de vacinas aos estados

Saúde

Houve atraso na entrega das vacinas em pelo menos 19 estados; governos estaduais criticam atropelos na comunicação.

Após pressão dos governadores, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, havia anunciado o início da vacinação oficial contra a Covid-19 para às 17h de ontem, 18. Mudanças nos voos que levariam os imunizantes, no entanto, retardam o processo no país. De acordo com matéria divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo, a programação mais atualizada da Pasta informa que diversos estados só receberão os pacotes à noite. Com isso, o início da vacinação deve acontecer só a partir desta terça-feira, 19.

Após problemas na logística do governo federal no envio de vacinas aos estados, com alterações repentinas dos horários dos voos e atropelos na comunicação, pelo menos 19 estados que aguardavam a chegada de lotes da Coronavac ficaram sem receber as doses. Onze deles, a exemplo da Bahia, Amazonas e Rio Grande do Norte, tiveram que alterar o cronograma e só vão iniciar a imunização nesta terça-feira.

Pela nova logística, três estados estão sem previsão de horários, por ora: Rio Grande do Norte, Alagoas e Paraná. Maranhão chegaria 12h40 e passou para perto de 22h. Paraíba era 12h15 e passou para depois das 19h. Sergipe receberia 12h e agora após 18h. Rio Grande do Sul passou de 16h para perto das 20h. Minas Gerais passou de 15h para 18h. Bahia passou das 9h para quase 22h. Pará era 15h40 e mudou para 21h. Pernambuco das 15h20 para depois das 17h.

A trapalhada da Pasta comandada por um “especialista em logística” gerou críticas de governadores e autoridades de saúde locais. “Todo mundo foi esperar no aeroporto, e nada. A previsão era meio-dia, depois mudou para 16h. Agora já deve ser 18h. Até que descarregue, não tem como iniciar hoje. Impossível. Só devo começar amanhã”, disse o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), ao Painel da Folha.

No caso do Rio de Janeiro, a previsão de chegada dos imunizantes é só para a madrugada desta terça-feira. No planejamento inicial, os imunizantes estariam na capital fluminense às 13h da segunda. Depois de negociações, uma parte das doses chegou ontem ao Rio, em um voo fretado pelo estado, e as outras, só na manhã de terça-feira.

Na Bahia, onde a previsão era de que as vacinas chegassem na manhã da segunda, o governo do estado já havia preparado uma logística com sete aeronaves e 220 veículos para fazer a distribuição das doses para as cidades do interior do estado. “É incompreensível, ninguém tem informação oficial sobre o que aconteceu. Foi dormir no domingo com uma planilha de horários de voos, acordei já era outra e agora à tarde recebi uma terceira”, afirma o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

O Ministério da Saúde não explicou o motivo dos atrasos. Em entrevista coletiva, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que houve atraso porque os governadores quiseram antecipar o início da vacinação, e foi necessário refazer a logística. “Imagine a mudança da logística para 26 estados em um país continental como o Brasil”, disse.

A impressão que ficou entre equipes de alguns estados é de que Pazuello tirou da cartola o novo cronograma, mais apertado e sem preparação prévia.

Fonte: Com Folha de São Paulo e G1
CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais