6

Janeiro Branco: Campanha mundial alerta sobre saúde mental

A Campanha Janeiro Branco é dedicada a colocar os temas da saúde mental em máxima evidência no mundo em nome da prevenção ao adoecimento emocional da humanidade. A ação é dedicada a sensibilizar as mídias, as instituições sociais, públicas e privadas, e os poderes constituídos em relação à importância de projetos estratégicos e políticas públicas empenhadas em valorizar e em atender as demandas individuais e coletivas, direta ou indiretamente, relacionadas aos universos da saúde mental. Um dos objetivos do Janeiro Branco, que tem como tema esse ano “Quem cuida da mente, cuida da vida”, é chamar a atenção de todo o mundo para os temas da saúde mental e da saúde emocional nas vidas das pessoas.

Quando se fala em saúde mental, muitos relacionam à ausência de doenças, como depressão, ansiedade, bipolaridade etc. A Organização Mundial da Saúde – OMS, entretanto, conceitua saúde como um completo estado de bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doenças ou demais enfermidades.

 A CNTS tem grande preocupação com a saúde mental e o bem-estar dos trabalhadores da saúde que estão expostos a diferentes fatores de estresse que afetam seu bem-estar, como por exemplo, a longa jornada de trabalho, a falta de reconhecimento profissional, a alta exposição a riscos, bem como o contato direto com o sofrimento, a dor, hostilidade e, não raras as vezes, a morte. O resultado dessa soma de fatores gera estresse, a depressão e pode levar à Síndrome de Burnout, uma doença ocupacional classificada como transtorno mental. O tema da campanha consta na cartilha sobre doenças ocupacionais, editada pela Confederação, com informações sobre acidentes de trabalho, normas que protejam o trabalhador e como prevenir acidentes. “A OIT estima que cerca de 4% do PIB anual do mundo – cerca de U$$ 1,25 trilhão – sejam perdidos em gastos diretos e indiretos provenientes de acidentes e doenças profissionais, em indenizações pagas aos trabalhadores, interrupção de produção e gastos médicos”. 

A campanha Janeiro Branco foi proposta pelo psicólogo Leonardo Abrahão com outros psicólogos de Minas Gerais, em 2013, e tem como objetivo tornar janeiro o mês oficial para pensar e promover ações em prol da saúde mental, assim como já ocorre com o Setembro Amarelo – para prevenção do suicídio; Outubro Rosa – combate ao câncer de mama; e Novembro Azul – combate ao câncer de próstata. O mês de janeiro foi escolhido pelo fato de as pessoas repensarem suas vidas, planos e sonhos a cada ano novo, então o primeiro mês é o marco inicial. A cor branca foi escolhida pelo fato de ser a junção de todas as cores, remetendo à ideia de que o indivíduo para ter saúde mental precisa estar em harmonia em todas as áreas de sua vida. Além da junção das cores, o branco é a cor sobre a qual podemos jogar outras cores e colorir à nossa maneira, remetendo à ideia de que é possível “pintar” a vida de diferentes formas.  (Com Janeiro Branco) 







CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais