10
Foto: Shutterstock

ISP propõe discussão sobre reforma tributária no Brasil e na América Latina

Reforma Tributária

Em parceria com o Le Monde Diplomatique Brasil, a ISP da qual a CNTS é filiada, produziu vídeo onde traz elementos para a seguinte pergunta "Por que a tributação na América Latina é tão injusta?".

São menos de doze minutos para buscar respostas a um tema polêmico e que afeta a vida de todos: a cobrança de tributos e suas formas injustas. O vídeo produzido pela Internacional dos Serviços Públicos – ISP, entidade da qual a CNTS é filiada, em parceria com o Le Monde Diplomatique Brasil, discute o assunto que merece atenção, já que o debate sobre reforma tributária deve ganhar cada vez mais destaque no Congresso Nacional. A Câmara dos deputados e o Senado já discutem o tema e o governo de Jair Bolsonaro ameaçou retornar com a CPMF, mas voltou atrás após muitas críticas.

Elaborado com base em estudo publicado recentemente pela ISP, o vídeo analisa os motivos pelos quais, mesmo com os trabalhadores pagando alta carga de impostos, as receitas arrecadadas são insuficientes para financiar serviços públicos universais de qualidade.

Acompanhando o vídeo fica fácil perceber as injustiças da tributação. Taxas e impostos estão embutidos em basicamente tudo que consumimos. No geral, alguém que ganha salário menor, caso da maioria da população brasileira, por exemplo, tende a pagar percentualmente mais em impostos do que quem possui salários maiores. Na América Latina são comuns ainda as reclamações de que os impostos pagos não refletem na qualidade de serviços públicos prestados à população. Assista na íntegra do vídeo Por que a tributação na América Latina é tão injusta, clicando aqui.

Confira também o estudo “Justiça Fiscal é Possível na América Latina?”, clicando aqui. O estudo é organizado pela fundação alemã Friedrich Ebert – FES em parceria com a ISP e analisa as diferenças na tributação dos países latino-americanos em relação aos países da OCDE, apontando caminhos para uma cobrança de impostos mais igualitária e eficiente.

Fonte: Com ISP Brasil e Condsef
CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais