36
Foto: Fetessesc

Fetessesc comemora 40 anos de luta ao lado dos trabalhadores

Entidades de Base

No próximo dia 16 de dezembro, a Federação dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Santa Catarina – Fetessesc completa 40 anos de luta e de ações em prol do trabalhador.

Para comemorar a data e resgatar momentos que marcaram essas quatro décadas, a Federação realizará amanhã, 12, solenidade de homenagens a figuras importantes da história da entidade e lançará o livro Fetessesc 40 anos.

Fundada em 16 de dezembro de 1978, a Federação ergueu importantes bandeiras de luta em prol dos trabalhadores da saúde, como a jornada de 30 horas semanais, piso salarial nacional, descanso digno e melhores condições de trabalho.

A formação de lideranças sindicais por meio da realização dos encontros estaduais da Fetessesc é uma das ações mais significativas da entidade. Desde 1983, a Fetessesc instrui, atualiza e informa os dirigentes sindicais que lutam nas bases junto aos trabalhadores. Em 2018, além dos 40 anos, a Federação também se orgulha e comemora a realização de seus 27 Encontros Estaduais de Dirigentes sindicais.

A CNTS parabeniza a Fetessesc por seus 40 anos de história e de compromisso com a construção de uma sociedade justa e igualitária para todos. Buscar justiça, igualdade e ética aos trabalhadores da saúde ao longo de quatro décadas não tem sido tarefa fácil. Mas, o trabalho árduo da Federação, que foi fundadora da CNTS em 1991 e que permanece filiada à Confederação, tem a transformado em uma entidade forte, reconhecida pela categoria e pela sociedade civil.

História – A Fetessesc foi fundada em 1978, fruto da união dos sindicatos de Blumenau, Florianópolis, Criciúma, Lages e Joinville. Antes da criação da entidade, grande parte dos trabalhadores em serviços de saúde catarinenses não possuíam representação regional.

Com a criação do Sindicato dos Trabalhadores de Florianópolis, em 1951, e do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Blumenau, em 1971, os profissionais conseguiram encaminhar suas reivindicações de forma mais efetiva. Porém, os dirigentes sindicais catarinenses somente tiveram contato com uma representação mais integrada e estadualizada no Rio de Janeiro, por meio da Federação dos Empregados em Estabelecimento de Serviços de Saúde, que até a década de 70 era a única entidade representativa de trabalhadores da saúde em nível nacional. Diante desta realidade, buscou-se uma articulação entre os sindicatos da categoria do Estado de Santa Catarina para a criação da Fetessesc, em meio à reconstrução do movimento sindical em plena ditadura militar.

 

CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais