19
Foto: Cofen

Entidades da Enfermagem e ministro da Saúde discutem dotação orçamentária do PL 2564

Piso Salarial da Enfermagem

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, recebeu representantes do Fórum Nacional da Enfermagem e os deputados Carmen Zanotto (Cidadania-SC) e Célio Studart (PSD-CE), nesta terça-feira, 3, para discutir fontes de financiamento do PL 2564/20 e para garantir a total constitucionalidade do projeto do piso salarial da categoria.

Queiroga reafirmou seu apoio ao piso, ressaltando a importância de assegurar a dotação orçamentária. “A resistência grande que há ao PL não é do Ministério da Saúde”, ressaltou Queiroga, lembrando que o impacto recai, sobretudo, sobre os municípios, entidades privadas e filantrópicas, sendo necessário aprovar fontes de dotação orçamentária. “Precisamos trabalhar juntos para que esse sonho se converta em realidade”, afirmou Queiroga.

“Estamos trabalhando com o Senado para assegurar financiamento e garantir a implementação do Piso”, afirmou Carmen Zanotto, que integrou o Grupo de Trabalho sobre o impacto do PL 2564. O impacto foi estimado em R$ 16 bilhões, incluindo as três esferas de governo, entidades filantrópicas e instituições privadas com fins lucrativos. Embora considerável, o valor representa apenas 5% do faturamento dos planos de saúde no Brasil.

Participaram da reunião o presidente da CNTS, Valdirlei Castagna, e a diretora de Patrimônio da Confederação, Isabel Cristina Gonçalves; representantes do  Cofen; da FNE, da CNTSS, da ABEN e da Anaten.

Foto: Cofen

Foto: Cofen

Foto: Cofen

Fonte: Com informações do Cofen
CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais