157

Enfermagem se mobiliza pelo país pela implementação do piso salarial

Piso Salarial da Enfermagem

A Enfermagem, segunda maior categoria do Brasil, mais uma vez, mostrou sua força e sua indignação durante as grandes manifestações que ocorrem por todo o país nesta quarta-feira, 21. A reivindicação dos profissionais é pela implementação da Lei 14.434/22, do piso salarial da categoria, que está suspensa pelo Supremo Tribunal Federal – STF. Outra reivindicação da categoria é pela aprovação de fontes de recurso para garantir o pagamento do piso.

A paralisação nacional, um indicativo do Fórum Nacional da Enfermagem, composto pelas entidades representativas da categoria, Aben, Anaten, CNTS, CNTSS, Cofen, FNE e Eneenf, será de 24 horas, mas sem prejuízo à sociedade brasileira, com a manutenção de 100% do atendimento de urgência, emergência e CTIs.

A mobilização da Enfermagem foi ampla, com atos e paralisações em vários estados, como Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Tocantins, Maranhão, Alagoas, Amazonas, Ceará, Bahia, Pernambuco, Santa Catarina, Goiás, Rio Grande do Norte, Amapá, Espírito Santo e o Distrito Federal.

Para o presidente da CNTS, Valdirlei Castagna, a manifestação da categoria é histórica e mostra que a pressão não vai parar. “A Enfermagem acordou. Não vamos aceitar nenhum retrocesso! A categoria exige que o piso salarial seja aplicado em todo o território nacional. E não vamos parar a mobilização até que isto aconteça. Além disso, possibilidade de uma greve geral do setor é concreta”.

Castagna também destacou que a paralisação da categoria aumenta a pressão para que o Congresso Nacional e o Executivo Federal aprovem as fontes de financiamento do piso.

Ações da CNTS – A luta da CNTS para que o piso salarial virasse realidade foi longa e árdua. A categoria conquistou uma vitória histórica, mas a batalha não terminou. Agora, a luta é no Judiciário, onde a Confederação CNTS vai defender fervorosamente os direitos dos profissionais, pois ela foi admitida como amicus curiae na ADI 7222. Além disso, a CNTS mantém o diálogo constante com os parlamentares para tentar aprovar com urgência as fontes de financiamento do piso.

CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais