104

CNTS repudia à agressão sofrida por dirigentes do Sindsaúde/CE

Nota de Repúdio

A Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde – CNTS vem a público manifestar sua indignação e repúdio à agressão sofrida pela presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Estado do Ceará, Marta Brandão, durante a votação da reforma da Previdência na Assembleia Legislativa do Ceará.

Durante a sessão, policiais do Batalhão de Choque montaram barricadas e utilizaram spray de pimenta e bomba de efeito moral contra os trabalhadores e dirigentes que protestavam contra a proposta que elevou a idade mínima de aposentadoria e taxa de remuneração acima de dois salários mínimos dos servidores do Estado. Na ocasião, Marta Brandão sofreu corte profundo no supercílio. Ela foi socorrida em uma unidade hospitalar da rede particular, passou por sutura e foi liberada.

A CNTS considera inadmissível que este tipo de agressão contra dirigentes e trabalhadores continue a ocorrer no país e exige das autoridades apuração e punição imediata contra os autores desse ato. Neste delicado momento político que vive o Brasil, reafirmamos ser inadmissível qualquer tipo de uso da força para realizar intimidação visando coibir o pleno exercício da liberdade de manifestação de cada um.

Expressamos nossa solidariedade à Marta Brandão, aos trabalhadores e aos dirigentes do Sindisaúde/CE.

CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais