340

CNTS realiza debate sobre a importância da quarentena para para a saúde dos trabalhadores

Pandemia

Na próxima segunda-feira, 24, às 19h, a CNTS promove debate na sua página do Facebook sobre a importância da manutenção do período de afastamento laboral dos profissionais de saúde infectados pela Covid-19.

Na última semana, o governo federal reduziu a quarentena de dez para sete dias para pessoas com casos leves e moderados de Covid-19. A medida é criticada pela comunidade cientifica, já que existem estudos que comprovam que 18% dos infectados pela Covid-19 ainda podem transmitir a doença entre o sexto e o nono dia após diagnóstico.

A Confederação, preocupada com a medida, notificou órgãos públicos cobrando a manutenção da quarentena dos profissionais de saúde infectados, com vistas a evitar prejuízos à saúde e segurança no trabalho, aumento das taxas de ocupação dos leitos de UTI e agravamento da crise sanitária pandêmica.

Para debater este importante tema, a live terá a participação de Ethel Leonor Noia Maciel, enfermeira, doutora, pesquisadora reconhecida nacional e internacionalmente na área de epidemiologia; de Márcia Kamei López Aliaga, procuradora Regional do Trabalho em Florianópolis/SC e vice-coordenadora do GT Covid-19 do MPT; e de Shirley Marshal Díaz Morales, presidente da Federação Nacional dos Enfermeiros. A coordenação do debate ficará a cargo do presidente da CNTS, Valdirlei Castagna.

Acompanhe ao vivo o debate na página da Confederação no Facebook. Tire suas dúvidas sobre o tema, mande seus questionamentos. Participe deste importante debate!

CNTS

Uma opinião sobre “CNTS realiza debate sobre a importância da quarentena para para a saúde dos trabalhadores

  • Rosely Barbosa

    Boa noite,gostaria de cumprimentar os organizadores que dão voz aos trabalhadores,aproveitando oportunidade que é impar: Trabalho HSVP de PASSO Fundo,fiquei com sintomas na 3° onda fui ao atendimento P1,HSVP consultei fiz o teste e a Dra.me deu 2 dias de atestado ,cancelaram o meu atestado e me mandaram trabalhar sem sair o resultado do teste.Procurei o atendimento do município, consultei fiz novo teste e o Dr. Q me atendeu usouvtds os protocolos covid19 até p meus familiares.Quando retornei ao trabalho fui adevertida por escrito por que ñ voltei ñ dia q era p ter voltado.obs: no dia dos meus sintomas mais acentuados fui subir escadas e ñ consegui mt dor em td o corpov a minha pressão estava alta e a dor de cabeça insuportável, quem cancelou meu atestado foi 1 facilitadora do setor,por que ñ era p me afastar q tinha pouca gente trabalhar ou seja tbm estavam de atestado.Pricurei atendimento em outro lugar pois fiquei insegura quanto ao resultado do exame feito no HSVP aos quais os farmacêuticos tem livre acesso. Graças a Deus deu negativo pois sou d grupo de risco e me colocaram entregar medicações p os setores covid19, E como fiquei afastada na 1° onda justamente por que sou do grupo de risco tinha 3 meses de hrs p pagar.Hoje estou com minhas hrs em dia já paguei mas fiquei exaurida q ñ consigo descansar. Cansada física e mentalmente escorrendo assédio moral por parte das chefias, agora essa semana o meu filho positivo avisei minha chefia, oque foi orientado q é p ficar afastada só se tiver sintomas.

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais