61
Foto: Divulgação

CNTS e CNSaúde requerem atualização do enquadramento sindical do setor da saúde

Saúde

Em ofício encaminhado à Presidência da República e Ministério do Trabalho, entidades recomendam a criação de novo setor no Quadro de Atividades e Profissões do art. 577 da CLT.

Na busca de atualizar o quadro da categoria dos trabalhadores da saúde, que não está correspondendo com as atividades atuais inerentes ao setor, a CNTS e a patronal, CNSaúde – Confederação Nacional da Saúde, protocolaram ofício requerendo a criação de novo setor no Quadro de Atividades e Profissões do art. 577 da CLT. Atualmente, as categorias profissionais referentes à saúde estão constantes do 4º Grupo do Plano Confederativo da Confederação dos Trabalhadores no Comércio e as categorias econômicas estão no 5º Grupo, da Confederação Nacional do Comércio.

Ocorre que o setor da saúde já possui plano confederativo próprio, tanto da esfera laboral, como na esfera patronal, que são a CNTS, que coordena e representa a categoria dos trabalhadores, em atividades públicas e/ou privadas de saúde, vinculados ao regime CLT ou aos regimes próprios de cada ente federado. E a CNSaúde, que representa os hospitais, clínicas, laboratórios e demais serviços de saúde e tem como referência o enquadramento sindical para hospitais, estabelecimentos e serviços com abrangência e base territorial nacionais.

Em novembro, o Ministério do Trabalho, através da Portaria 937/2018, inseriu no Plano da Confederação Nacional do Comércio – CNC, comércio varejista de supermercados e de hipermercados no quadro de atividade ou categoria econômica. Conforme o ofício, o Ministério promoveu a atualização do quadro de forma parcial, a fim de atender interesses específicos, tendo em vista que, em razão do dinamismo das relações do trabalho e das relações sindicais, surgiram outros setores, ramos e categorias, bem como surgiram planos confederativos próprios, como ocorre no setor da saúde, argumentam as confederações.

O ofício foi encaminhado à Presidência da República e ao Ministério do Trabalho, pedindo que seja dado igual tratamento para o setor da saúde ao que foi dado pelo Ministério do Trabalho às atividades de supermercado, no sentido de atualizar o quadro para incluir plano confederativo próprio com novo setor, grupo e categorias especificas da saúde, a fim de concretizar o planejamento estratégico consistente na melhor representatividade da área  da saúde nas negociações coletivas, respeitando as peculiaridades inerentes às atividades do setor.

CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais