30
Foto: CNS

CNS empossa diretoria para gestão 2018-2021

Saúde

Novo presidente promete lutar, diante do novo cenário, pelo SUS, pela realização da 16ª Conferência Nacional de Saúde e contra a Emenda Constitucional 95/2016.

Tendo a 16ª Conferência Nacional de Saúde como uma das prioridades da nova gestão, visando ampliar a luta em defesa da vida e do direito à saúde e para construir um processo de resistência à onda de retrocessos, o Conselho Nacional de Saúde – CNS elegeu e deu posse aos conselheiros para o triênio 2018-2021, na sexta-feira, 13. Os membros elegeram Fernando Zasso Pigatto, representante dos usuários, como novo presidente. Pigatto é conselheiro nacional de saúde desde 2014 e representante da Confederação Nacional das Associações de Moradores – Conam.

Foto: CNS

O novo presidente, que esteve à frente da Conferência Nacional de Vigilância em Saúde, pretende abrir diálogo com o governo de Jair Bolsonaro para garantir a existência do Conselho e seu funcionamento. E promete lutar, diante do novo cenário, pelo SUS, pela realização da 16ª Conferência Nacional de Saúde e contra a Emenda Constitucional 95/2016, que congelou os investimentos do governo federal até 2036.

“O papel do controle social no Brasil nunca foi fácil. De mãos dadas, vamos conseguir superar as adversidades. O funcionamento do CNS é essencial para a democracia e tem que continuar existindo plenamente, dialogando com a gestão, mas também cobrando a execução das políticas de saúde. Acreditamos que é importante que seja entendido, independente do governo, que o Conselho Nacional de Saúde faz parte do SUS. Portanto, é um conselho legitimado por lei. E, logicamente, para quem fala em respeitar a democracia, este é um dos pontos importantes: respeitar a existência dos conselhos e de todos os processos”, disse.

Avaliar, planejar e fixar ações e diretrizes que melhorem a qualidade dos serviços de saúde pública, proporcionando melhor qualidade de vida para toda a população, são os objetivos da 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª+8) a ser realizada nos dias 4 a 7 de agosto de 2019, em Brasília.

A 16ª edição traz o tema “Democracia e Saúde” e pretende ser um resgate histórico da 8ª Conferência Nacional de Saúde, realizada em 1986, quando, pela primeira vez, a Conferência de Saúde, em âmbito nacional, foi aberta à sociedade. A oitava edição também foi um marco para o SUS. O relatório final serviu de base para o capítulo sobre saúde na Constituição Federal de 1988, que resultou na criação do SUS. “A ideia 8ª + 8 é uma referência muito importante à história do SUS, fruto da luta social do movimento da reforma sanitária e da democracia participativa da oitava Conferência, que resultou na concepção da saúde como direito de todos e dever do Estado”, afirmou Pigatto.

Mesa Diretora – Na mesma reunião foi eleita, entre os conselheiros titulares, a Mesa Diretora do Conselho Nacional de Saúde, composta por: André Luiz, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB; Moysés Toniolo, da Articulação Nacional da Aids – Anaids; Vanja Andréia, da União Brasileira de Mulheres – UBM; Elaine Junger Pelaez, do Conselho Federal de Serviço Social – CFESS; Priscilla Viegas, da Associação Brasileira dos Terapeutas Ocupacionais – Abrato; Jurandir Frutuoso, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde – Conass; e Neilton Araújo, do Ministério da Saúde.

Foto: CNS

A CNTS ficará com a suplência na próxima gestão. A diretoria ressalta, porém, que a Confederação vai ter participação forte nas reuniões mensais na principal instância de controle social do SUS, mantendo a defesa do Sistema Único de Saúde, dos profissionais e de uma saúde ampla para a população, com o objetivo de dar mais dignidade aos usuários do sistema público de saúde do país. A CNTS sustenta ainda que levará ao debate pautas que avancem em torno de temas estruturantes como financiamento e carreira para os trabalhadores da saúde e o combate a pautas no Congresso Nacional que ameaçam o direito universal e desconstroem o SUS. A suplência será ocupada pela diretora de Assuntos Internacionais, Lucimary Santos.

CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais