14
Foto: CUT

Centrais sindicais farão celebração do Dia do Trabalho pela internet

Brasil

O Dia Internacional dos Trabalhadores deste ano terá participação de artistas e políticos, a partir das 10h, na "Live do Trabalhador.

A pandemia do coronavírus afetará as comemorações pelo Dia do Trabalho, celebrado em 1º de Maio. No país, as centrais sindicais CUT, Força, UGT, CSB, CTB, CGTB, Nova Central, A Pública e Intersindical decidiram que as manifestações estão mantidas, incluindo os tradicionais shows, mas tudo será à distância, transmitido pela internet.

As entidades vão adotar o formato de lives, que tem se tornado comum nas últimas semanas. A exemplo do que fazem artistas, as centrais vão transmitir, a partir das 10h do dia 1º, programação de apresentações, intercaladas com discursos de líderes sindicais, na “Live do Trabalhador”. O formato foi escolhido para proteger os trabalhadores da Covid-19, que já infectou mais de três milhões de pessoas em todo o mundo e fez mais de 200 mil vitimais fatais, entre elas 5.104 brasileiros.

O mote do evento já foi escolhido: “Saúde, Emprego, Renda: um novo mundo é possível com solidariedade”. E, além de reivindicar direitos, as centrais vão continuar estimulando a reflexão e a luta pela democracia, pelo direito de a classe trabalhadora ter um movimento sindical organizado, ouvido e respeitado.

Todas as centrais estão empenhadas em levar para os trabalhadores e trabalhadoras temas de luta e reflexão, muita música e ações solidárias. Durante todo o dia os sindicalistas vão arrecadar e distribuir alimentos e produtos de higiene para ajudar quem está em casa e não tem como trabalhar e conseguir renda para se manter.

Agenda – Entre os convidados do evento, estão adversários políticos e ex-presidentes, como Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Também deve encaminhar mensagem o ex-candidato Ciro Gomes (PDT).

Confirmaram presença ainda o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), a ex-candidata presidencial Marina Silva (Rede) e o líder do PV José Luiz Penna.

O espectro partidário inclui PT, PCdoB, PSB, PDT, PSOL, PSTU, Rede, SD e PV. São aguardadas as confirmações dos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

A lista de artistas “presentes” à manifestação virtual reúne aproximadamente 30 nomes. Alguns farão lives. O cantor Chico César, por exemplo, apresentará vídeos gravados.

Os organizadores confirmam, além dele, Fernanda Takai, Francis e Olívia Hime, Leci Brandão, Marcelo Jeneci, Odair José, Otto, Paulo Miklos, Toninho Geraes e Zélia Duncan. Os atores Fábio Assunção, Gregorio Duvivier e Osmar Prado também falarão.

Confira o link do evento e participe da mobilização dos trabalhadores: https://www.facebook.com/events/3020319574748780/

Fonte: CUT e Brasil de Fato
CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais