5

Projeto obriga hospital a oferecer local adequado de descanso para enfermagem

As instituições de saúde públicas e privadas, como hospitais e clínicas, terão que oferecer condições adequadas de repouso, durante o horário de trabalho, aos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e às parteiras. O Projeto de Lei 4998/16, aprovado no do Senado como 597/2015, tramita em caráter conclusivo nas comissões de Seguridade Social e Família e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados.

Segundo o texto, os ambientes de repouso devem ser específicos para descanso. Devem também ser arejados, possuir banheiro, móveis adequados e conforto térmico e acústico, além de espaço compatível com a quantidade de usuários.

Para o secretário-geral da CNTS e coordenador do Fórum Nacional da Enfermagem, Valdirlei Castagna, é de extrema importância aprovação do local obrigatório de descanso para os profissionais da enfermagem, porém, é preciso discutir com a patronal. “A CLT já prevê local de descanso para qualquer trabalhador, só não é cumprido, mas com o Projeto de Lei 4998/2016 as empresas serão obrigadas a criarem locais adequados e confortáveis para os profissionais repousarem e retornar as atividades de trabalho que é tão intensa, no caso dos profissionais de saúde, com mais disposição. A CNTS vai usar todos os recursos para dar apoio a aprovação, pois poderemos cobrar mais dos empregadores para que se cumpra a legislação”.    

O projeto é de autoria do senador Valdir Raupp (PMDB-RO). O texto modifica a Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da enfermagem. Segundo Raupp, o objetivo é preservar a integridade física dos profissionais de enfermagem e dos pacientes por eles atendidos. O senador afirma que a ausência de condições adequadas para descanso prejudica a saúde dos enfermeiros e coloca em risco o bem-estar dos pacientes por eles atendidos

Pesquisa realizada em todo o Brasil pelo Conselho Federal da Enfermagem – Cofen em parceria com a Fiocruz mostrou que no setor público, 52% dos profissionais da enfermagem afirmam não ter lugar para descanso. Já no setor privado 50% não usufrui de um ambiente de descanso. No filantrópico os números são ainda maiores, 62% afirmam, não ter lugar para repousar. As conclusões das pesquisas realizadas chamam a atenção pela inexistência de locais adequados para repouso.(Com informações da Agência Câmara)

CNTS

Deixe sua opinião

Enviando seu comentário...
Houve um erro ao publicar seu comentário, por favor, tente novamente.
Por favor, confirme que você não é um robô.
Robô detectado. O comentário não pôde ser enviado.
Obrigado por seu comentário. Sua mensagem foi enviada para aprovação e estará disponível em breve.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga a CNTS
nas Redes Sociais